O tempo voa...

...mesmo!
já estou no gabinete novo há um mês. Já estou em Itália há 10...
Paro para pensar como estava há um ano atrás. Tinha acabado de comprar a viagem só de ida, de avisar todos que finalmente tinha conseguido o que queria: ir para perto do Filippo. Vivia um misto de felicidade e tristeza, de optimismo e medo. Sabia exactamente o que deixava, mas não o que ia encontrar...E nunca pensei que o que encontraria fosse isto.
No inicio tudo era novo, tudo era muito bom e muito mau. Tinha saudades, estava insegura, mudou muita coisa de um dia para o outro: o trabalho, a relação com o Pi, a distância de casa,...Devagarinho tudo foi assentando, melhorando e vivi momentos de grande felicidade em todos os sentidos. Estava realmente bem aqui. Foi aí, quando menos esperava, que o ambiente no trabalho começou a piorar. Senti-me perdida mas tinha o Pi como bússola, e desde esse dia, em que o stronzo me disse o que me disse, até hoje, passando pelo episódio do despedimento, tem sido ele a minha bóia de salvação. Não é a única, felizmente, mas aquela que me faz continuar aqui, neste país que não é o meu...
É agora, neste inicio de mês de Novembro, que a estabilidade emocional começa a equilibrar-se com a profissional. Agora estou melhor no gabinete novo. Mais integrada, mais feliz. E chissá não tenha sido melhor assim...
Olhando para trás, ainda sem a distancia suficiente para avaliar de forma imparcial, acho que fiz bem em partir. Deixar nesse cantinho à beira do mar plantado uma vida de paz para, no meio de uma grande tempestade, encontrar a bonança.

1 comentário:

bacouca disse...

Querida Picollina:
O Vabenne e eu nada fizemos para que não "batesses" asas e voasses! Sair do ninho nunca é fácil mas tu com todos os contratempos que foram surgindo (podes-te dar por "sortuda" pois tinhas aí apoio emocional e não só)aprendeste depressa e cresceste. E é isso que interessa: já tens mais defesas próprias, vais amadurecendo na forma de encarar as situações e vais confiando mais em ti. Julgo que não é tão lorpa(eh,eh,eh) como há um ano atrás!
Quando vires que é de regressar sabes que tens vários braços abertos à tua espera! Aproveita, disfruta, aprende!!!
Mil beijos a que se orgulha de ti...(e pensar que ela saiu dentro de mim...:)!