Como vai este Mundo?!?!...

Sei bem que existe a excepção para confirmar a regra, mas a verdade é que o Mundo está cheio de gente mal formada, cobarde, oportunista e interesseira. Cada um por si próprio e os outros que se danem. Um mundo egoísta, cão.
Não? Então vejamos...
Não me vou pôr aqui a escrever sobre o meu ex-chefe, aquele bastardo que me mandou para a rua de um dia para o outro sem motivo, que nunca me fez o contrato de trabalho que me prometeu e que me faltou seriamente ao respeito, mas a verdade é que não me paga a semana de Agosto que trabalhei para ele. Sobre ele não tenho mais nada a dizer, mais insultos a fazer. Estou aqui para vos contar como tem agido a secretária. No inicio disse ela que tinha de me pagar. Quando chegou a altura de fazê-lo disse que o anormal não o queria fazer porque eu não tinha começado a trabalhar no inicio de Janeiro. Não é verdade, começei dia 2 e porque é que não me ligas tu e me mandas recado por uma amiga? Ah, então vou falar com ele...Silêncio. Volto a ligar e durante uns tempo, não sei bem porquê, nunca a apanhava. Lá me manda uma mensagem de telefone muito fofinha, muito amiguinha a dar-se um prazo para me dar uma resposta. Silêncio...Ligo e agora o problema são umas férias que (não) fiz na Pascoa. Passei-me e ela demonstrou apoio, carinho, solidariedade... Disse, dá-me uma resposta até quinta: ou me paga ou marca um encontro comigo. Essa quinta-feira foi há duas semanas atrás...Ela nunca mais me ligou...Esta secretária ou é cínica ou cobarde.
Estava eu sossegada no meu canto a ambientar-me ao meu novo emprego quando recebo uma chamada de um engenheiro onde tinha ido fazer uma entrevista (e à qual nunca me deu a resposta prometida) a fazer-me uma proposta. Fui ver o que era. Fazer um estudo prévio de um projecto de 5 edifícios de habitação. Plantas, cortes, alçados e 3d em três semanas, de 7 dias de trabalho e noites de pouco sono. Demonstrou-se contente quando entreguei o meu suor espalmado naquelas folhas. Ia falar com o cliente na semana seguinte e depois ligava-me. Isto foi há um mês...não hesito em chamar-lhe: oportunista.
Continuava sossegada na minha vidinha quando o arguente da prova final do Filippo me pede para traduzir 2 memórias descritivas de um projecto seu nos Açores. Está bem, lá farei. Meto-me em contacto com uma colaboradora, muito simpática. Sábado de manhã manda-me os tais dois textos mais um corte construtivo. Sábado à tarde mais dois para reler...Enquanto não tinha acabado o trabalho respondeva amigavelmente a todos os mails. Quando mandei o último texto nunca mais recebi noticias, nem um simples e grátis obrigada. Interesseira de merda.

1 comentário:

bacouca disse...

Caraças,picollina, esses italianos c...lhões(há excepções!) não devem saber o que é uma portuguesa, nortenha de gema! Andam a tirar a temperatura...! Gente dessa há em todo o lado e em todo o mundo. Infelizmente é com esses que se aprende.
Não desistas e aprende a lidar com eles.
Mil beijos