lembranças

Há dois anos estava a começar o primeiro dia de uma relação à distancia...O Filippo tinha partido para Itália na noite anterior e a única certeza que tínhamos era que nos voltaríamos a ver daí a um mês e meio.
Agora olho para trás e lembro-me...
das saudades
das inseguranças
das esperas pela próxima visita
das conversas na internet
dos toques
dos postais
dos abraços no aeroporto
das lágrimas
do riso
...
e sorrio porque confirmei que tudo valeu a pena!

3 comentários:

di disse...

Muitos Parabens. Fico sempre feliz por voces**

Anónimo disse...

Eu acompanhei (embora meia de longe) a vossa história desde o começozinho... A noite da queima, os primeiros medos, as surpreendentes certezas, o sorriso cada vez maior na tua cara ao dizeres o seu nome, os telefonemas a falar à bebe, a irritação quando alguém dizia "os homens são todos iguais", o muito bom, e o menos bom um bocadinho... A tua partida e o começo do resto da tua vida...
Sabes que torço por ti e pelo vosso amor! Porque o amor vale sempre tudo!!
Um beijao enorme em português
e um Bacci italiano*

Maria

bacouca disse...

Minha querida como me pôde passar o dia 07.07.2007? O Vabenne diria que com tantos 7 seria um dia abençoado. Eu também concordo com ele! Conheço-te às 27 (cá está o 7 carago!)anos e nunca te senti tão feliz: basta dizer que tudo deixaste...por amor! Como me sinto feliz saber que a minha picolina vive esse sentimento único: desinteressado, expontâneo e que dá sentido à vida!
Confesso que tenho "saudades" de também ouvir a tua voz a falar à bébé, os ruídos dos beijinhos pelo telemóvel, dos toques dados no mesmo e que tinham um código, e do "adeus" à rainha quando tinhas que desligar o skipe!!! Mas tudo isso deu mais consistência à vossa paixão!
Como sei que não perde a "validade" daqui vai um grande beijo de parabéns da que te adora BACOUCA.