Arrependo-me, passados uns anos, de todas as tardes de Agosto em que gozei com os avec's. De todas as gargalhadas que dei ao fim da tarde na praia quando os ouvia a misturar português e françês, de todas as noites em que os imitei com maldade.
Agora, dois anos e meio de vida italiana depois, acontece-me a mim pensar em italiano, iniciar as frases que deviam ser lusas com um ecco, ou meter um quindi lá pelo meio ou, ainda pior, apropriar-me de palavras italianas como portuguesas ou, por um momento, não me lembrar como se diz uma coisa na minha língua materna...
É triste, eu sei, mas é assim mesmo e agora compreendo todos aqueles emigrantes em França que, depois de passar 11 meses a falar françês naquele mês de Agosto lhes era dificil desligar...Porque agora eu sou assim também. Não que não goste do português ou tenha vergonha de ser portuguesa. Nada disso e muito pelo contrario! Longe de mim falar mal do meu país e trair a minha lingua...só que passar o dia todo a falar e ouvir italiano dá nisto...

2 comentários:

Anónimo disse...

nao es uma avec....es uma CON..e da aqui a pouco uma CONti :)
e depois..a differencia esta no facto que em futuro nao vai estar longe do teu cantinho mais que 2 meses :)

um beijaço

o teu PI de longe

bacouca disse...

Fillipo,
É verdade??????
Vai ser Conti e não vai ficar longe mais que 2 meses?????
É que eu morro de saudades dela e tu sabes o que é.
beijo