fim de semana relax


Depois de uma ponte a trabalhar e uma semana a correr, la chegou o fim de semana!
Sábado de manhã bem cedo partimos e fomos ate ao Ikea de Bologna onde tivemos alguns stresses: a prateleira não cabia por pouco no carro. Tenta de uma maneira, de outra, tira da caixa, mete na caixa, um calor de morrer à uma da tarde. rrrrr Devolve a prateleira...A chave do carro??? Desapareceu! Procura, procura, procura até ao desespero e finalmente lá apareceu..estava num buraquinho!
Partimos para a praia de Ferrara onde encontramos uns amigos. Sol, relax, aperitivo, jantar, sem horas, sem planos.
No domingo acordamos e partimos para Numana, para a casa de praia do Pi. Estivemos na praia, passeamos por duas horas, preparamos um rico jantareco, descansamos!
Na segunda de manhã acabamos de carregar baterias com um pequeno-almoço na praia e voltamos para a vida real...trabalho!

5 comentários:

bacouca disse...

Dois CARAÇAS bem grandes e à norte:
- Praia em Ferrara? Eu não vi!
- Regresso "à vida real - trabalho".Então o stress de querer meter uma big prateleira num mini, o querer aproveitar só uma ida ao Ikea, o perder as chaves e descobrir, entre berros, de quem era a culpa, o jantar com amigos, o relax da casa dos pais do Pi...etc,etc, não é também "vida real?
CARAÇAS ou eu ando distraída ou a picolina tem uma vida meia vivida: só trabalho!
Aprovetcha (costela espanhola!)tudo: momento a momento, situação a situação pois tens a coisa mais bonita do mundo:amor que dás e recebes.
DE QUEM?!!!
Eu...adoro-te.
Mil beijos da BACOUCA

di disse...

que de-li-cia!

beijos para os dois** e saudades*

Ritália disse...

Oh sra. Bacouca, entao nao viu que existia uma praia perto de Ferrara que era considerada a "praia de Ferrara" porque era ali que a corte dos Estense ia apanhar sol??? Acho ate que chegou a molhar là os pés!!! Tontinha!
E caraças, talvez nao devesse ter escrito "vida real" mas rotina...que, com momentos nao menos reais, mas diferentes deve ser quebrada de quando a quando! Peço desculpa pela imprecisao! :)

BACOUCA disse...

Arquitectas imprecisas? Não se aceitam no mercado de trabalho!!!
Quanto à praia onde a corte ia apanhar sol, eu, por mais que gostasse ter vivido nesse período e fazer parte dessa "nobreza", não me lembrava. Depois confirmei com o Vaibene e ele é que tomou lá banho. Eu fiquei a ver pois lembro-me que para se chegar a água era preciso andar muito...! E ainda por cima não havia nenhum italiano giro por perto!
Caraças isso é também outra coisa que gostaria de confirmar na próxima visita: italiano giro só vi o empregado de mesa de Verona e o meu semi-genro(graxa?!).
E concordo contigo - quebra a rotina - mas quebra a valer!LemonGelo, jantares à luz de vela, banhos na praia à meia noite, andar em pelota pela casinha da praia, dançar até doer o pé,berrar com o Pi, deixar uma mensagem amorosa no espelho da casa de banho, chatear o teu chefe, rir com os colegas da mulher do mesmo,etc, etc,. Assim é que a vida é vivida!
Mil beijos da que VOS ADORA. BACOUCA

Anónimo disse...

Estou um pouco desinspirada.. como sabes, os meus dias são apenas rotina, e uma rotina sem sabor, sem cheiro, sem nada...
à espera que algo mude, sempre tentanto acreditar..
mas fico feliz por te ver bem, minha querida, que essa felicidade dure para sempre!!!

Bacci*
Maria