Nestes últimos dias...

Estive em casa, em Viana.
ao Calor da lareira, da família, dos amigos e, até, dos cães.
a Mimar e ser Mimada
a Rever e ser Revista
a Recordar
a Recuperar
a Reequilibrar forças para voltar à minha vida Italiana, à minha vida de já um ano.
A verdade é que estava cheia de saudades de Portugal...Não fosse eu uma alma lusa e não tivesse a capacidade de sentir tal nostalgia...Mas sou. Orgulho-me disso e adoro poder senti-las para ter o prazer de matar saudades!
O cheio do Oceano, o burburinho do português nas ruas, a frescura da água do luso, o sabor do bacalhau, os cafés cheios de gente,...
Agora já estou em Foligno e a vida aqui parece muito mais alegre que no dia 21, antes de partir.

2 comentários:

bacouca disse...

Claro que sim! Por isso é que uma boa terapia é mudar. E tu que tens dois lados que te "chamam" sentes necessidade de te repartires...Nós por cá adoramos essa necessidade. E como dizes minha querida, ter saudades é bom! Bom para dar valor ao que temos!
Mil beijos

Claudia disse...

pois é...
o tempo passa a correr, e ja estas de volta outra vez...
tenho de confessar que o nosso encontro soube a pouco...
e que continuo com saudades na mesma...de ti..das nossas conversas de longas horas no sofa sob luz vermelha...enfim...da nossa vidinha juntas, sem tempos e sem pressas...
mas a ver se em breve te vou visitar...com mais tempo!
ate lá, fico feliz que tudo aí te pareça mais alegre que ha uns tempos atrás!
fica bem minha picollina!

tua, claudi*