não aguento este calor...

...quero a brisa marítima, o fresco da minha casa, a sombra das árvores do jardim...

3 comentários:

bacouca disse...

Aí é?!!!No fundo, no fundo não há nada como o nosso cantinho...! A brisa corre, a relva brilha, a magnólia espalha sombra, a cerejeira balança com a brisa, os passarinhos cantam e o silêncio rodeia-nos!Pensamos na praia que está aqui a um pulinho, comemos um corneto e à noite a lua reflecte-se nos quartos onde as janelas estão abertas e sopra aquele ventinho tão gostoso. E mais não digo pois daqui a pouco tempo vais ter oportunidade de sentir novamente isto com o Pi! Que delícia!!!
Um beijinhoooo cheio de frescura da
BACOUCA

Anónimo disse...

Então voltaaaa.....
(eu sei que tou a ser egoista mas sinto tanta tanta tanta saudadiiii)

Bacci*
Maria

vabenne disse...

A casa tem a estrutura inspirada num "espigueiro" que é simples, provada pelo tempo e concebida para ser ventilada e refrescar o seu interior. Neste caso, para refrescar não as maçarocas de milho mas nós mesmos! Não sei se com o aquecimento global chegarão,apenas, as soluções passivas. Resistirei, sempre, a hipóteses activas do tipo ar condicionado ou mesmo ventoinhas de tecto mas já começo a pensar em soluções de ensombreamento tipo caixilharias "mouriscas" que são muito eficazes. A ver o que o futuro nos reserva. Bacci.